O pai de Halyna Hutchins diz que Alec Baldwin ‘não é responsável’ por sua morte

O pai de Halyna Hutchins diz que Alec Baldwin ‘não é responsável’ por sua morte

Mais detalhes surgiram sobre a arma de “adereço” que foi disparada por Alec Baldwin no cenário do filme Rust, ferindo fatalmente a diretora de cinematografia do projeto, Halyna Hutchins.

A arma que tirou a vida de Hutchins e também atingiu o diretor, Joel Souza, estava sendo usada pelos membros da equipe para tiro ao alvo, fontes familiarizadas com a situação contaram à TMZ.

A informação que chegou é que a arma estava sendo usada fora do set de filmagens e longe do local do filme com balas reais, é como alguns que trabalharam no set de filmagem pensam que a rodada ao vivo entrou na arma que deveria ser um adereço.

O pai de Hutchins, Anatoly Androsovych, disse ao The Sun no fim de semana que ele não responsabiliza Baldwin pela morte de sua filha e aponta para aqueles que manusearam a arma e os adereços para o filme.

“Ainda não podemos acreditar que Halyna está morta e sua mãe está ficando louca de luto”, disse Androsovych. “Mas eu não responsabilizo Alec Baldwin; é a responsabilidade das pessoas de adereços que manuseiam as armas”.

O marido de Hutchins, Matthew Hutchins, e seu filho de nove anos, Andros compareceram a um memorial particular na sexta-feira (22 de outubro) em Santa Fé, Novo México, com Baldwin, supostamente também presente.

Segundo relatos, Matthew e Baldwin têm estado em contato e o ator tem sido “muito solidário”.

Dezenas de pessoas se reuniram em uma vigília à luz de velas organizada pela International Cinematographers Guild em honra de Halyna. Vigílias adicionais estão programadas para homenagear os 42 anos de idade, cuja vida foi cortada.

Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *